quarta-feira, 12 de agosto de 2015

ANÁLISE: Ultimate End #4 (Punisher)

Contém spoilers!



Ultimate End está se a tornar tie-in das Secret Wars onde o Punisher está ter alguma visibilidade. Este número 4 da série não foge a regra, quando li este número fiquei com a sensação que o Punisher tem um papel especifico neste "reino" do Battleworld mas que irá ainda ser desvendado.



Por esta altura, já devem saber que houve um encontro entre dois Punishers no número passado, e onde a versão Ultimate levou a melhor sobre a versão do universo 616.

Este Punisher é um lunático pois está completamente baralhado e culpando heróis e vilões por tudo o que está acontecer no reino de Manhattan.
Após a tentativa de assassinato de Bombshell, ela foi salva na hora certa por Cloak e Dagger.
Cloak usou o seu manto para absorver o Punisher mas este conseguiu escapar com tiros e uma enorme explosão.
Não só escapou, para espanto de Cloak, como desapareceu da vista dos três personagens com a explosão de uma granada.

Neste número ficamos a par das preocupações de Valeria em relação ao reino de Manhattan, pois é o único reino em que ela prevê alterações que podem por em risco o próprio Battleworld. Devido a alteração da parte psicologica dos personagens estar ligeiramente diferente do habitual e pelo forte sentido de sobrevivência que os personagens daquele reino sentem.

Nas páginas finais vemos o Punisher com uma sniper e disparando sobre os heróis de ambos os universos que estão a lutar uns contra os outros. Esta página final, é exactamente como começou o número #1 da série.

 

Avaliação Geral : 6 / 10







 

Comente com o Facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente