segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Análise: JUSTICEIRO Vol. 4 (Panini Comics)



Esta edição do Justiceiro Vol.4 contém 156 páginas e fecham o ciclo de Greg Rucka com a mini série lançada Punisher: War-Zone ou Zona de Guerra e por fim uma história de duas partes de Marc Guggenheim ( Arrow, Flash, Squadron Sinister, X-Tinction) "O Julgamento de Frank Castle".

Sem dúvida alguma este será na minha opinião o melhor volume lançado pela Panini desta colecção inicial de 5 volumes, não só pela narrativa, como pela arte de ambas as histórias e pelo grau de entertenimento.





 ZONA DE GUERRA

Comecemos pela Zona de Guerra, aqui estão as capas dos 5 capítulos desta saga, as capas estão em inglês para melhor qualidade de visualização. 
As capas foram desenhadas por Marco Chechetto que desta vez, não fez a arte interior (infelizmente) deste arco.




 

 



Como é lógico nada do que se vê graficamente nas capas não corresponde há realidade... Esta Zona De Guerra não tem nada a ver com o que vemos no Punisher Kills Marvel Universe. Que deve ser visto como uma paródia e nada mais.
 
Greg Rucka teve um papel preponderante ao escrever esta história levando a sério cada um dos personagens intervenientes e especialmente mantendo o Justiceiro fiél ás suas capacidades, sem exageros ou diminuindo a capacidade dos Vingadores em lidar com o mesmo. 

Greg Rucka mostra nos um Frank Castle, calculista e tacticamente brilhante no campo de batalha, usando os elementos a volta em seu favor na hora de lidar com os Vingadores, com a excepção de Thor.
 
Homem-Aranha, Viúva Negra e Homem de Ferro passam um mau bocado em lidar com o Justiceiro. O Homem Aranha porque se deixa levar pelas emoções por causa do seu lançador de teias roubado pelo Frank e o Stark porque menospreza o Frank, denominando-o como apenas um homem sem poderes e com armas.

Logan é o único que sabe a ameaça que ele representa e de alguma forma compreende a cruzada do Justiceiro mas fica de fora.

No número 3 deparamos com o excelente o diálogo entre Thor e Frank, definitivamente um dos pontos altos deste arco. Memorável.

Este arco é sem dúvida o mais mexido da saga em termos de acção e desenvolvimento, visto que Rucka teve de o "acabar" a pressa, pois a Marvel tinha cancelado os planos do escritor para o personagem.

A arte de Carmine Di Giadomenico é bastante interessante e com um traço semelhante a Marco Chechetto. Por vezes na acção, vê se os personagens com uma anatomia fora do "normal" (por ex. o Frank levantar a arma estilo gangster) mas não é nada que prejudique a acção em si ou a história. Apenas acontece uma ou duas vezes.

Altamente recomendável, não só este arco como tudo o que Greg Rucka fez pelo personagem ao longo dos 16 números mais estes 5 da Zona de Guerra. 

O Julgamento de Frank Castle 

 






















Esta não é a história típica do Justiceiro repleta de acção e corpos inanimados...

A acção é passada na sala de audiências com advogados, testemunhas, alguns flashbacks e um plano previamente delineado por ele quando se entregou na esquadra com o corpo do procurador de justiça.

Marc Guggenheim tem alguma experiência como advogado na vida real e o mesmo aplica os seus conhecimentos nesta história.

O Frank Castle já esteve muitas vezes na prisão, mas numa sala de audiências apenas em Spectacular Spider-Man #83 há 33 anos e a própria história não está tão completa como esta obra de Guggenheim.

Na arte no primeiro número temos Francis Leinil Yu, com um excelente traço e bem detalhado.

No segundo número a arte de Mico Suayan que também esta dentro do género de Leinil Yu mas talvez um pouco mais ocidental nas expressões faciais.  

Para os fãs do Justiceiro de Garth Ennis poderão achar esta história um pouco parada, não sendo das minhas histórias favoritas, é sem dúvida, uma abordagem diferente ao personagem mas com todos os mecanismos de "preparação" para atingir os seus objectivos, mas de uma forma diferente do habitual. Não com armamento, mas com inteligência.
 
Podemos contar com a presença de outro herói Marvel que também está habituado a tribunais, não será muito dificil saber quem é. 

Para os seguidores da série Law & Order poderão achar este arco bastante interessante.


Avaliação do Volume 4: 9.5 / 10












Comente com o Facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente