segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Análise: JUSTICEIRO VOL.2 (Panini Comics)

Passados alguns meses desde a primeira análise desta colecção (VOL.1) irei tentar fazer as análises que faltam o mais rápido possivel para poderem estar actualizados.

Tal como o volume anterior, este também possui 148 páginas com as edições do Punisher #6-10, Daredevil #11 e Avenging Spider-Man #6.

Após a luta brutal de Punisher contra o Vulture, o Punisher não se livrou de ferimentos graves que o obrigaram a manter-se escondido com uma recuperação de 4 meses enquanto a organização Exchange (Câmbio) se organizava para tomar conta do crime em Nova Iorque.

Greg Rucka mostra nos neste volume os primeiros passos da vingança de Rachel Cole-Alves e um pouco mais de como pensa o inspector Clemons que já tem um passado com Frank e onde este investiga os assasinatos em massa ao longo deste volume.
Muito interessante também a ligação entre Clemons e o seu parceiro Bolt, especialmente quando Clemons sabe que Bolt passa informações de todos os passos da investigação da polícia.
 

Rucka é conhecido por criar personagens secundários com muita personalidade e basicamente é nos comprovado através deste volume com Cole-Alves, Clemons e Bolt.

Capa Avenging Spider-Man #6

Como uma boa história do Punisher temos um imenso banho de sangue proporcionado por ele e Cole-Alves nos ataques há Exchange, a relação entre ambos é explorada por Rucka de forma brilhante, sem nada romantico entre ambos, mas sim pura camaradagem. Cole-Alves é claramente a "rookie" desta equipa mas o seu foco em eliminar a Exchange é inabalável por vezes cegando-a dos objectivos principais.

O ponto alto deste volume é a parceria de Punisher, Cole-Alves, Spider-Man e Daredevil na protecção do OmegaDrive.
O OmegaDrive é um dispositivo que contém informações das principais organizações criminosas a operar no universo Marvel como a AIM, Hydra, etc...

Rucka explora muito bem as diferenças ideológicas de combate ao crime de Daredevil e Spider-Man em relação ao Punisher.

A arte de Chechetto é um regalo, e sem dúvida um dos melhores artistas dos últimos tempos que vi trabalharem no Punisher.


Classificação geral:  9 / 10
   

Comente com o Facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente